Narrativas da catástrofe ambiental

Um trecho da coluna mais recente no Ecoa:

"Então simplesmente conversarmos honestamente em nossos círculos pode ajudar muito. Nessa narrativa, não é preciso esconder nossos medos e ansiedades, nosso temor quanto ao futuro de quem amamos, nossas dúvidas sobre o que fazer, nossa dor com a morte da natureza, nossa ânsia e saudade por partes do mundo natural que já não existem. É com base nesse reconhecimento mútuo de nossa imensa vulnerabilidade que podemos nos fortalecer, para mudar essa história."

>> Continue lendo.