Como superar nossa tendência à autodestruição?

Imagens mostram fogo na região do Pantanal, devastada pelas queimadas que ocorreram em setembro de 2020. Imagem: Mauro Pimentel/AFP


Em meio ao atual colapso natural e às crises sanitária, social e política, é possível ter a impressão de que a sociedade humana é algo mesmo incurável. Estaríamos fadados à autodestruição, já que ela seria um reflexo de nossa própria natureza.

Lembro-me do filme de ficção científica "Contato" (1997), em que uma comissão especial faz a pergunta de US$ 1 milhão para a astronauta interpretada por Jodie Foster:

- Se você encontrasse esses alienígenas [da constelação] de Vega e pudesse fazer apenas uma pergunta, qual seria?

- Bem, acho que seria: "Como vocês conseguiram? Como vocês evoluíram? Como vocês sobreviveram à adolescência tecnológica sem se autodestruírem?"

>> Continue lendo no Ecoa.


Descobri recentemente essa ótima newsletter também sobre emergência climática: https://climax.substack.com/